Cardiopatia congênita

definição

cardiopatia congênita refere-se a problemas com a estrutura e funcionamento do coração devido ao desenvolvimento anormal do coração antes do nascimento. Congênito significa presente no nascimento.

sintomas de doença cardíaca congênita

os sintomas dependem da condição específica. Embora a doença cardíaca congênita esteja presente no nascimento, os sintomas podem não ser imediatamente óbvios. Defeitos como coarctação da aorta podem não causar problemas por muitos anos. Outros problemas, como uma pequena comunicação interventricular (CIV), podem nunca causar nenhum problema e algumas pessoas com essa condição podem ter atividade física e um período de vida normais.

Causas da cardiopatia congênita

a cardiopatia congênita (CPC) pode descrever muitos problemas diferentes que afetam o coração e é o tipo mais comum de anomalia congênita. A doença cardíaca congênita é responsável por mais mortes no primeiro ano de vida do que qualquer outro defeito de nascença. Muitos desses defeitos precisam de acompanhamento cuidadoso; alguns curam com o tempo, enquanto outros exigirão tratamento.

a cardiopatia congênita costuma ser dividida em dois tipos: cianótica (coloração azulada produto de uma relativa falta de oxigênio) e não cianótica. As seguintes listas cobrem as cardiopatias congênitas mais comuns:

Cianóticas:

  • tetralogia de Fallot
  • transposição dos grandes vasos
  • Atresia tricúspide
  • drenagem venosa pulmonar anômala total
  • Tronco arterial
  • coração esquerdo hipoplásico
  • Atresia pulmonar
  • algumas formas de drenagem venosa pulmonar anômala Total
  • anomalia de Ebstein

não cianótica:

  • comunicação interventricular (CIV)
  • comunicação interatrial (CIA)
  • canal arterial persistente (CAP)
  • estenose aórtica
  • estenose pulmonar
  • coarctação da aorta
  • Canal atrioventricular (defeito de relevo endocárdico)

esses problemas podem se apresentar sozinhos ou juntos. A maioria das cardiopatias congênitas se apresenta como um defeito isolado sem associação com outras doenças. No entanto, eles também podem fazer parte de várias síndromes genéticas e cromossômicas, como osíndrome de do onin, trissomia 13, síndrome de Turner, síndrome de Marfan, síndrome de Noonan e síndrome de DiGeorge.

para a maioria dos defeitos cardíacos congênitos não se pode identificar uma causa conhecida e continuam sendo feitas pesquisas sobre este tipo de cardiopatias. Drogas como ácido retinóico para acne, produtos químicos, álcool e infecções (como rubéola) durante a gravidez podem contribuir para alguns problemas cardíacos congênitos.

testes de diagnóstico de cardiopatia congênita

os exames de diagnóstico dependem da condição específica.

o tratamento da doença cardíaca congênita

o tratamento depende da condição específica. Algumas cardiopatias congênitas podem ser tratadas apenas com medicamentos, enquanto outras requerem uma ou mais cirurgias

referências

Zipes DP, Libby P, Bono Bon RO, Braunwald E, eds. Doença cardíaca de Braunwald: um livro de Medicina Cardiovascular, 8th ed. St. Louis, Mo; WB Saunders; 2007.

conteúdo: 21 de dezembro de 2009

versão em inglês revisada por: Kurt R. Schumacher, MD, Cardiologia Pediátrica, Universidade de Michigan Centro de cardiopatias congênitas, Ann Arbor, MI. Revisão prevista pela rede de saúde VeriMed. Também foi examinado por David Zieve, MD, MHA, Diretor Médico, ADAM, Inc. Traduzido por: DrTango, Inc.

https://www.clinicadam.com/salud/5/001114.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.